quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Vozes do tempo

Ouço as vozes do tempo
Tempero cego do amor
Sinto o som e calor
A emoção do teu coração

Não sou mago nem falastrão
Ando meio arredio da razão
É que a paixão silencia até as estrelas

E nesse céu de cores luminosas
Tua áurea domina os sabores
Meu coração quer vibrar os tambores
Tocar tua alma de carinho

Melhor de tudo é mesmo sonhar
Pois se for junto será realidade
Ser maluco beleza da verdade
O amor sempre será o é melhor sentimento.

Mau Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário