sábado, 25 de fevereiro de 2012

Alma África

Janela da vida,
Flor espinho,
Caminho abrindo,
Vereda Coração.

Horizonte Aceso,
Fogo sentido,
Céu sorrindo,
Mergulho azul.

Sol igualdade,
Verde vermelho,
Amarelo preto,
Jamaica som negro.

Melhor lugar,
Identidade,
Negra cidade,
Alma cor África.

Manu Kelé!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Amor moderno

Quando o tempo me levar, você permanecerá dentro de mim! Poema suave eterno , amor moderno que transcende nossa existência!
Manu Kelé!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Sol aberto

Sol aberto,
Flor Lilas,
Gosto paz,
Fluido amor.

Céu fechado,
Som vermelho,
sonho espelho,
Palavra azul.

Sol e cor,
Vida aberta,
Arco-iris floresta,
Som querer!

Céu poema,
Sonho concreto,
Pensamento certo,
Verso reverso ser!

Manu Kelé!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Verde Verso

Cores flores mil,
Janelas pesamento,
voo contra o tempo,
Pra te encontrar.

Cores mil flores,
As dores macias da saudade,
Invadem a idade inexiste.
Poema na gente é se querer.

Céu verde verso,
O que eu te peço:
Nunca, nunca me esquecer!

Manu Kelé!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Amar

Num futuro próximo , o mar vai mover meu pensamento, teu cheiro virá no vento. tudo na vida será amar, na forma mais perfeita que Deus possa imaginar!
Manu Kelé!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Primavera

Flores sorrindo, primavera, dia lindo, o sol vermelho de amor pela terra, queimando seu corpo numa emoção milenar.
Manu Kelé

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Cheiro poético

O cheiro poético das flores no vento, teu nome escrito no tempo mandala girando num sentimento colorido pela verdade : O melhor da vida é amar.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Brilhante poesia

Brilhante poesia,
Claro dia,
Verde sol,
Arvore fevereiro,
Natureza começo,
Vento quente,
Beijo ardente,
Calor abraço,
Desejo solto no ar.

Manu kelé!

Please don´t go

Please don´t go!
Não cale o som das estrelas,
Não apague o sorriso da lua,
Não deixe a rua da inspiração vazia.

Please don´t go!
As nuvens vão chorar,
As flores manchar,
A tristeza doerá nos sentidos.

Please don´t go!
O nós é tão importante,
Raríssimo diamante,
Valor poético sem fim!

Manu Kelé!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Poética paciência

Gira saudade,
De calar o mar,
Descolorir o céu,
Apagar o sol,

Escorre saudade
Rio lágrima,
Dor ausência,
Na poética paciência,
De encontrar.

Manu Kelé!

Nasço cor

Planto palavra,
Colho sentimento,
Meu alimento,
Minha emoção.

Nasço flor,
Vivo perfume,
Sou vaga-lume,
Luz e clarão.

Broto mar,
Transpiro cor,
Pro meu amor
Teu coração.

Manu Kelé!