sábado, 18 de novembro de 2017

Amo mais que amo

Um silêncio que ilumina
Um sentido sem palavras
Um sol
Um verbo
Um som
O doce dom de amar
Um fio de esperança
A dança da borboleta
O fim do casulo
Perto de ti fico mudo
Meu melhor verso
É silenciar
Tudo que há entre o céu e a terra
Nunca será maior que o meu gostar
Amo mais que amo te amar.

Manu Kelé!






domingo, 5 de novembro de 2017

Floriu

Meu mundo floriu
Você sorriu
Me deu um abraço
Me fez um café
Aumentou minha fé no amor
A dor maior da vida é a desilusão
Na minha visão
Isso nunca existiu entre nós
O vento da esperança
Faz dança e diz
Certamente o destino
Vai nos fazer feliz.

Manu Kelé!

sábado, 4 de novembro de 2017

Vale a pena

Indomadas palavras
Vazante rio de ternura
Paradoxa amargura
Paixão ódio amor
O que for
Quando é bom vele a pena viver!

Manu Kelé!

Raiva

Raios que o parta
Assim não dar
Irá de matar
Instantes de pesada energia
Vamos relevar
Amar e vibrar boas energia.

Manu Kelé!

domingo, 29 de outubro de 2017

Poema de encantar

O bem que você me faz
É tão lindo quanto o mar
É poema de encantar
É doce felicidade

Quero ser teu beija-flor
Me encantar de inspiração
Preencher teu coração
Com merecido carinho

Festejemos a esperança
Pois a paz a gente alcansa
Quando aprende a amar.

Manu Kelé!





O Sol da inspiração

No estágio de cada palavra
Uma réstia de sentido
Um silencio inaudível
O sol da inspiração.

Manu Kelé!

sábado, 7 de outubro de 2017

Amar mar amar

Na esquina de cada palavra
Um vento colorido florido de sentimento
Alimento melhor pro coração
Trazendo em si a divina inspiração
De amar amar amar...

Manu Kelé!