terça-feira, 28 de junho de 2011

Pátio Interno Ser...

Pátio atemporal
Folhas temperadas
Céu pintado de saudade
Pincel flamboyant
Desejos sonoros pro dia
Sonhos silentes pra noite
Tudo é verso
Revira sentimento
Caleidoscopia
Amor pra te enternecer

Manu Kelé e Eduardo Loureiro!

domingo, 26 de junho de 2011

Noite

Quero acordar a noite
Com palavras suaves,
Fazer dançar as estrelas
E brilhar a lua.
Por toda  rua
Grito de crianças,
Cirandas no ar,
E um mar de sorrisos
Pra encantar a vida.
Pois tudo que passa e  fica
É poesia sem fim!

Manu Kelé!

domingo, 19 de junho de 2011

Passarim

Você voa no meu verso,
Faz poesia de passarim,
Cuida de mim feito mãe,
Me dando água no bico.

Faz o meu canto suave,
Nave serena de amor,
De voo em voo me alegro,
E mergulho no teu calor,

Manu Kelé