domingo, 29 de janeiro de 2017

Dias noites mundo

Dias de sol
Noites de dó
Sustenido mundo desigual!

Pleno domingo

Pleno domingo
Tanta coisa pra fazer
Eu lembrando de você

Que traz sorriso pra minha alma
Que me acalma feito musica de Egberto Gismonti
Que tem um monte de defeitos
Mas meu peito te sente perfeita

Pleno domingo
Céu aberto tão lindo
A gente indo na mesma direção
Teu
Meu coração
Reciproco de tanto bem querer!

Manu Kelé!

Tudo poderá mudar

No oco do pensamento
Controversa perfeição
O coração bate anarquista
A vista fica turva
A curvatura da filosofia anuncia
Um dia tudo poderá mudar.

Manu Kelé!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Eterno poeta

Amar-te
Razão maior do meu viver
Inspirar-me é sempre plena satisfação
Assim meu coração pulsa feliz
Dia e noite aprendiz
Navegador desse mar
Eterno poeta a te versejar.

Manu Kelé!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Cantar você

Entre as palavras a tua beleza brilha mais que o sol
E eu em todos os tons querendo cantar você!

Manu Kelé!

domingo, 22 de janeiro de 2017

Afrodite

Rio de sorrisos
A qualquer hora
Imensa alegria que aflora
Zeus já te queria assim
Imagem e semelhança de Afrodite
Ninguém resiste ao teu encanto
Homenageá-la é pura satisfação
A emoção de afirmar
Sou teu poeta
O pensador que não te esquece
Um mais que jogado aos teus pés
Sinto repito não desisto quero tanto e tanto o teu divino
Amor.

Manu Kelé!

O fim

Sentimento sem reciprocidade
Tem o fim como verdade
Mesmo que seja amor
Mesmo que cause dor.


Manu Kelé!

Terna amizade

Nenhum pensamento permanece inalterado
Vão se transformando em passado
O intenso caleidoscópio que é a vida muda o sentido das paixões
O que é fogo torna-se quase sempre amor
Conservado no calor de uma terna amizade.

Manu Kelé!

Primeira estrela do céu

Meus sentidos estão marcados da tua presença
De tanto te gostar fui criando paciência
Esperar é mar de esperança
Na dança da vida
Nossa musica favorita é nosso bem querer
Quer saber
Mesmo a primeira estrela do céu
Nunca será mais linda do que você!

Manu Kelé!

sábado, 21 de janeiro de 2017

Sol da paixão

Um gosto de fim de tarde invade minha garganta
Nem adianta tentar adiar
A noite vai chegar
Os olhares das estrelas vão fazer brilhar o tempo
Algumas coisas mudarão
Outras permanecerão
No céu do meu pensamento continuará dia
Desde sempre arde e ardia
A doce magia do sol da paixão pela vida.

Manu Kelé!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Amados amadas amores

Amar não é brincar de sentimentos
É controlar os momentos
Respeitar os interesses dos outros(as)
Saber perdoar
Se doar numa intensa tentativa de não fazer a sua vontade hegemônica
E sim uma reciproca tentativa de acerto
Pra seguir juntos o mesmo caminho mantendo o carinho
Amados amadas amores
Degustando assim os melhores sabores da vida.

Manu Kelé!


domingo, 15 de janeiro de 2017

Lua feliz

Na rua desse verso tem uma lua feliz
Que diz
Viver é pura luz
Extrema graça divina.

Manu Kelé!

Vou escrever

Vou escrever pra você
Versos bordados de estrelas
Iluminados de amor
Coloridos de carinho e luar
Pra ocupar o lugar mais lindo do teu coração.

Manu Kelé!

sábado, 14 de janeiro de 2017

Ouço as cores

O ouço as cores do céu
Sinto a musica do sol
Vagueio em teus silêncios
Voo feliz pelos ternos ventos do nosso amor.

Manu Kelé!


Viver é arte

O que merecemos em nossa vida
Já é determinado por Deus?
Difícil saber
Viver é arte 
Tem que ter a sua parte
O ser superior concedeu a luz
Você a conduz de modo que ela nunca perca o brilho 
É preciso andar no trilho 
Não vacilar 
Elevar a alma 
Até encontrar a maneira certa de conseguir fazer o outro melhor
Conseguindo conquistar de verdade uma real felicidade!

Manu Kelé!

Esperando o sol

Estou esperando o sol
Mas teu brilho já está em mim
Iluminando meu coração de bem querer
É bom saber acreditar
Te amar me faz melhor a cada dia
Contagia minha vida de bons sentimentos
Me deixando sempre feliz.

Manu kelé!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Ela não é flor que se cheire

Ela não é flor que se cheire
Erva daninha
Leva minha paciência a malandrinha
Mas nada posso fazer
Paradoxalmente eu a amo
Reclamo do silêncio
Incendeio de paixão
E o seu coração continua geleira
Mas isso é besteira
Porque segunda-feria tudo volta ao normal
Eu um vendaval de agrados
E ela nos meus braços relaxando de amor.

Manu Kelé!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Nem sei dizer porque

O gosto de cada palavra
Foi ficando em minha boca
Sensação maravilhosa
Prosa dos sentidos
Meus ouvidos presenciaram todo silêncio
E calmamente não me saiu nem saí da mente
Amo você nem sei dizer porque!

Manu Kelé!

Musica boa

Um silêncio
Uma boa palavra
Um segundo
Um tempo sem fim
Você em mim
É musica boa
Todo sentimento voa de alegria.

Manu Kelé!

domingo, 1 de janeiro de 2017

Nó no azul

Por muitas vezes eu quis dar um nó no azul
Descolorir o meu dia.
Nunca deu certo
O amor está sempre por perto dentro e fora de mim
Assim resolvi acreditar
Nasci pra amar e ser feliz.

Manu kelé!