sábado, 31 de janeiro de 2015

Solo inspiração

Palavra que brota
Solo inspiração
Coração de poeta
Extrema emoção.

Verbo colorido
Sol do querer
Chuva de risos
Adoro você

Doce encantamento
Flores do gostar
Por toda minha vida
Desejo te amar

Manu Kelé!


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Diáspora

Um incêndio nas palavras
Esquentou o meu juízo
Respiro as cores desse fogo
Lagarta pintada quem foi que pintou?
A resistência da cor
Da minha vô pra minha mãe
Da minha mãe pra mim
Do quilombo Sítio do meio?
Que venha a nós novo Zumbi
Com machado de Xangô
Traçar os laços de toda beleza dessa diáspora.

Manu Kelé!


Voe suave


Abre a janela meu bem

As flores querem sorrir
O sol florir
O céu te olhar.

Voe suave verso
Sinta o perfume das cores
Da vida os sabores

Acalme o silencio do vento
Sopre teu nome ao tempo
É bom ouvir tua voz.

Abre a janela meu bem
Que o amor já vem.

Manu Kelé!

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Quais sentidos?

Quais sentidos têm as palavras fervidas?
Derretidas no calor do teu corpo?
Geladas no gosto do teu beijo?
Evaporadas corpo a dentro dessa paixão?
Os sentidos são infinitos
Mas meus ouvidos só querem agitar os verbos
Que encontram as cores do teu ser.

Manu Kelé!

sábado, 17 de janeiro de 2015

Estrela guia

Oh linda estrela guia
Ilumina o melhor caminho
Faz na noite um carinho
Acalma o luar.

Guia minha estrela
O pensamento o verso
O sentimento complexo
A paixão de incendiar.

Oh linda estrela guia
Alumia o coração
Enternece a inspiração
Faz a saudade ir pro mar.

Manu Kelé!


sábado, 10 de janeiro de 2015

Beco das palavras

Quando me perco no beco das palavras
O poema fica solto
Vadio labirinto
Não minto tanto quanto tento falar a verdade
O que arte no interior do verbo
É a certeza redonda de querer afirmar sempre
Com todas as letras
O amor é o melhor sentimento
Deve ser regado cultivado
Nascer todo dia flor no coração.

Manu Kelé!

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Quando

Quando poesia
voo diluído azul
Pena de beija-flor
Cor dos teus olhos
Ar que respiras
Beijo que transpiras
Noites de crescente luar.

Manu Kelé!

Luanda

Lua de guiar nossas vidas
Única estrela de  nós
Amor de acalmar nosso tempo
Nosso tesouro maior
Diamante feito de carinho
A nós riqueza melhor.

Manu kelé!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

O amor está no ar

O amor está no ar
Com perfume de fazer vibrar a alma
O Silêncio que acalma
É sempre melhor que a tempestade
O verbo arde nas cores da poesia
Ascendendo a energia
Do nosso bem querer.

Manu Kelé!


Poema para Luanda

Entrego minha benção pra os teus sonhos
Me entrego em teu favor
É teu o meu amor
Deus está do nosso lado
Existe um estremado bem querer
Você nascer transformou minha vida
Muita luta e compromisso
Farei tudo o que for preciso
Pra te fazer feliz.

Manu Kelé!