segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Qualquer coisa

Qualquer coisa depois do silencio pode ser poesia
Quando o coração se contagia de amor
Quando esse verso se abriu a flor do meu jardim sorriu
Você nem notou a estrela que brilhou no céu da minha emoção
Queria mesmo estar em teu coração feliz poema
Pois vai valer a pena meu sentimento te contagiar
Pode então tudo mudar mas nunca deixarei de te gostar
No melhor lugar do infinito vou sempre te amar.

Manu  Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário