domingo, 6 de dezembro de 2015

Onde a sensibilidade alcança

Me largo entre as palavras até o horizonte onde a sensibilidade alcança
Deixo-me levar por esse mar de poesia
Onde a melhor companhia
É a alegria de me sentir aberto
Extremamente perplexo
Diante do inexplicável amor que sinto por você!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário