domingo, 30 de outubro de 2016

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Sabia sabiá

Sabiá
Sabia que teu canto é inspiração de Deus
Os teus dons
Sons acordam a manhã
E a gente fica cheio de felicidade
Nessa cidade violenta e triste
A felicidade resiste
Num coração a cantar.

Manu Kelé!

Vento litoral

No vento do litoral
É normal respirar
Um lindo azul
No meu pensamento
Nenhuma estrela brilha mais que tu
És divina flor
Lindo sonho
Deus me presenteou
Sou teu poeta
Meu destino é o teu amor.

Manu kelé!

Caldo de bila

Quando a poesia tá mais fraca do que caldo de bila
É hora de inspirar-se mundo a fora
Resetar o pensamento
E ascender uma nova paixão
No coração que não se cansa de ser poeta!

Manu Kelé!

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Que graça

Que graça tem o tempo sem o amor?
Que graça teriam as cores
Os sabores
O desejo
A vida
Não me irrita louca e atrevidamente sentindo o contrário
Seja você pobretão ou milionário
Amar é essencial pro coração!


Manu Kelé!

Qualquer idade

As batidas ecoam
Céu terra
Universo a fora
Meu coração agora é feliz
Me diz uma simples verdade
Amar é o melhor sentimento
Para toda e qualquer idade.

Manu Kelé!

domingo, 9 de outubro de 2016

Grau de loucura

Dependendo do grau de loucura em que você se encontra
                   Poderá exergar a vida por inteiro?
                   Ou todos os meses serão fevereiro?

                                                    Manu Kelé!

Luar semente

Não posso negar
Nasci pra te amar
De modo crescente
Luar semente
Que quer florescer
Nosso bem querer!

Manu Kelé!

Céu de pessoa

O céu de pessoa que tu és
Ascende estrelas em minha alma
                        Então brilho calma e paz!

Manu Kelé!

sábado, 1 de outubro de 2016

Mel

Eu beija-flor
Colorido pelo mel dos teus olhos
Voo cego de felicidade
Nesse céu de extrema beleza.

Manu Kelé!

Notas

As estrelas são as notas musicais que tocam o silêncio do céu!

Manu Kelé

Medonho verso

As estrelas roçavam as minhas costas com um brilho silencioso
Era gostoso sentir o macio das nuvens
Respirava um azul noturno
Saturno e Marte estavam risonhos
Na arte do sonho
De tão medonho verso
Nesse acordado emaranhdo de palavras
Que nada mais inspira que imaginação lindamente louca
Desse poeta que iventa sentimentos.

Manu Kelé!


Beco

Borboletas pousaram comportadamente no meu estômago
Meu coração está equilibrado
De Guardado cultivado bem querer
Que toma conta do meu universo
Esse verso é beco de muitas saídas
Que nos leva  para as avenidas  desse amor infinito.

Manu Kelé!


Speranza

Céu limpo
Lua minguante
Enquanto os amantes se preparam
Para cultivar as estrelas
Ligo a tv pra ver
A linda e maravilhosa Speranza Spalding!

Manu Kelé!

Brilho interior

Enquanto espero as estrelas
O meu brilho interior
Ascende a intensa necessidade de amar!

Manu Kelé!

Sorri faz mal a tristeza

Sorrri faz mal a tristeza
Na beleza da vida
Insista em ser feliz
Escolha o melhor sentimento pra você
Nas manhãs quando sol nascer
Ame a todos infinitamente com todo o seu ser!

Manu Kelé!