segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Magia do amor

Não consigo pesar palavras
Elas flutuam suavemente na minha imaginação
Voam espaço a fora do verso
Querendo ocupar a geografia dos corações
As emoções são desenhadas em caminhos sonoros
Que soam na inspiração até traduzir da melhor forma possível
A contente e universal margia do amor.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário