domingo, 20 de dezembro de 2015

Todos os dias

Passo a noite contando estrelas tentando amenizar a saudade
Que arde nas palavras e no verso
Confesso que durmo seis horas e meia
Me rodeia um sensação paradoxal
Não é normal rir e chorar ao mesmo tempo
Só por sentir na alma o calor do astro rei
Só sei serei eternamente apaixonado
Mesmo que seja errado criar uma nova paixão todos os dias!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário