quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O som das palavras

 
 
O som das palavras poéticas,
pode fazer brotar nos corações,
Flores coloridas
Com cheiro de amor!

Manu Kelé!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Viveremos para amar

E se as cores dos teus olhos,
Brilharem nas minhas palavras?
Nascerá lindo  poema,
Em forma de canção...


As flores do jardim,
Cantarão de emoção,
A forma mais perfeita de sentir,
Estará no coração...

E se as cores dos teus olhos,
Espalharem pelo mar?
A natureza será feliz,
E como Deus sempre quis,
Viveremos para amar!

Manu Kelé!

O teu cheiro

Me preparo pra escrever,
Mas a mente se apaga,
A saudade rasga a inspiração,
O verbo doi na carne.

Um  sofrimento sem fim
Traz fogo nas palavras,
Penso nas cores da apagada noite,
Me transformo em silêncio.


Tudo em mim,
É tormento e solidão,
Meu coração pede poema,
Mesmo que seja apenas o teu cheiro,
Pra me fazer voltar a inspiração!


Manu Kelé!

domingo, 14 de novembro de 2010

Renovada vida

A noite vai,
As estrelas dormem,
O silêncio pede paz,
O gato no telhado,
Chora de amor,
Amados e amadas
Se entrelaçam
Num encontro sem fim,
Serafins cantam a felicidade,
Proteção e fogo nas paixões,
A energia do novo dia,
Renova a vida,
Ao nascer do sol
Aos olhos de Deus!

Manu Kelé!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Sereia

Uma flor no cabelo,
Cheiro de sereia,
Mar de mulher,
Ondas de desejo,
Sorriso terno,
No olhar as doces
E mágicas ondas do amor...
Seja como for,
Nasceu poesia,
E no dia a dia,
Se encanta
Pra fazer despertar versos
De palavra em palavra,
Faz vibrar os corações!

Manu Kelé!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Simples beleza

Uma  poesia ,
Um som suave,
Teu rosto no meu,
Momento feliz.

Me diz te amo,
Abro a porta,
Deixo entrar,
Meu coração
Reflete  paz.

A vida assim,
Você em mim,
Traduçao simples,
Beleza e  amor.

Manu Kelé!