sábado, 27 de setembro de 2008

Doce safra

Quando eu ainda era nada
Já queria ser palavra,
Doce safra de um verso,
Soprado ao som do coração.
Quando nasci
Me tornei canção,
A verdade dessa vida,
Explosão calma de um som
Sentimento chocolate sabor de emoção
O coração derretido na canção.
E hoje sou,
Um eu de sentimentos puros
Sem muros pra imaginação.

Poema musicado por Eduardo Loureiro e encontrado nos pensamentos de Manu Kelé!

Encanto de olhar

Meu coração
Colorido de poesia
Sangue paixão
Movidos no dia a dia

Sons inspirados
Versos guardados
Na emoção

Alma aberta
Coberta de estrelas
Luz e beleza
Encanto de olhar

Manu Kelé

Sentimento chocolate

Sentimento chocolate
Sabor de emoção
O coração mole
Derretido na canção

Viagem no teu olhar
Caminho bom de seguir
Sorriso de encantar
Eu não posso resistir

Sentido do teu abraço
Entrelaço das nossas vidas
Pra encontrar o teu calor
As estrelas são seguidas

Manu Kelé!

domingo, 21 de setembro de 2008

Coração poético

Diga uma palavra,
Uma brincadeira
Cante baixinho,
Uns versos de amor.

Vinícios ou Tom,
O bom do som
Do coração poético
Que cabe em nós.

Largue sua calma
Mostre sua alma,
E me beije em paz!

Manu Kelé

domingo, 14 de setembro de 2008

Dentro de mim

Dentro de mim
Um caminho sem fim,
Cheiro de flores cheiro de amor.

Dentro de mim
Há Profunda beleza,
Céu da certeza do seu calor.

Dentro de mim
Infinito desejo,
No beijo que a memória guardou.

Dentro de mim
Você linda estrela,
Seu céu me apaixonou.

Manu Kelé!

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Sol maior

Sol maior
Tom sem fim
O teu coração
Sem segredo pra mim.

Batidas leves
Som jazz sentimento
O meu alimento
É teu terno sorriso.

Sentido ligado
Desejo acordado
Encontrar palavra e calma
Pra que possa em um poema
Encantar tua alma!

Manu Kelé

domingo, 7 de setembro de 2008

Meiga palavra

Meiga palavra
Doce sorriso
Vida virada
Jardim florido

Som do coração
Suor e calor
grande emoção
Sentir teu amor!

Manu Kelé!