sexta-feira, 1 de abril de 2016

Suave sentido

As cores do dia
Em tons cinza
Eu nunca esperava sentir
Quando gosto da saudade invade  a emoção
O coração bate descolorido
Então é preciso respirar os sentidos
Tem certas horas que não dá pra segurar
A poesia escorre liquefeita
Marcando o suave sentido da tua falta.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário