segunda-feira, 4 de abril de 2016

Devaneios

Imerso em devaneios
Vago por dentro das palavras
Sem  eira nem beira
Amar o acaso é caso perdido?
Seguir o destino é Hino de silenciar?
O que me faz acreditar no amor
É a sensação de alegria
E as lindas cores dos sorrisos
Gerados na minha alma
Toda vez que penso em você!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário