sexta-feira, 15 de abril de 2016

Todas as cores

O sol do meio dia
Ardia em descompassado tempo
Nem era lamento
Nem mesmo dor no poema
Era uma extrema alegria
Pois com sua doce magia
O amor brilhava supremo
Com sua linda calma
Preenchendo com todas as cores minha alma.

Manu Kelé!



Nenhum comentário:

Postar um comentário