segunda-feira, 18 de abril de 2016

Sentimento infinito

Dezessete horas
Vinte e um minutos
Um novo poema nasce
Vai habitar a memória de quem não sentir
Felicitar a alma de quem gostar
Fazer nada na sensação daquele que não ler
Aguçar a curiosidade de  quem não entender
Amar é um sentimento infinito...

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário