sábado, 2 de abril de 2016

Acontece

Acontece poesia
No olhar das estrelas
No sorriso da lua
Na calma infinita das pedras
Na espera pela chuva
Na fartura do sertão
No coração do rio que secou
Na alma do pássaro que o homem matou
Na esperança da ciranda que rodou
Na renovação constante do amor.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário