terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Tudo que uni o verso

Não quero palavras jogadas ao ar
Quero poema pousado na mansidão do teu olhar
Outdoor escrito em letras garrafais:
Os poetas de certo modo são pessoas normais
Quando vibram paixão
A emoção ultrapassa a imensidão de tudo que uni o verso.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário