sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Lembrança

O poema acontecia na rua
Nu de maldades
Coberto de desejos verdadeiros
Conversas inocentes
Contentes enamorávamos
Entre olhares sorrisos leveza
Certeza que refletia inconsciente amor
Mas seja como for
A memória gravou no tempo
E o vento da saudade arde a lembrança
Dessa dança de carinho e emoção
Que embalava nosso coração.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário