sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Do começo ao fim

Me sentindo
Leve zen
Pois o que impera em mim
Do começo ao fim desse poema
É o amor.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário