quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

A sabiá

A sabiá subia solta ao léu do céu
Voava voz foz rio do verso
Pousava ousava cores lindas
Embelezava frieza concreta da reta cidade triste.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário