sábado, 16 de janeiro de 2016

Nenhum

Nenhum poema em palavras consegue dar conta do verso visual céu bordado de estrelas do sertão!

Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário