domingo, 31 de janeiro de 2016

Sol do meio dia

O sol das palavras
Anuncia o dia
De um poema que nem amanheceu
Mas de tão quente marca meio dia
Relógio maluco da inspiração
De um poeta de coração voado
Nas asas de alegria e loucura.


Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário