sábado, 16 de janeiro de 2016

Poema do anoitecer

As estrelas abrem os olhos para noite
Começam a enxergar a poesia da lua
Que aprece nua no céu
Luz e suavidade no seu corpo sedutor
Esplendor de emoção
Coração pulsante do planeta
Regente da paixão.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário