terça-feira, 10 de novembro de 2015

Será loucura ou paixão?

Acordar as madrugadas respirando o amor
Sentir a poesia fria das estrelas
Esquentar o silencio com versos futuros que o destino traçou
Acender o sol meia noite em ponto
Cadenciar as batidas do relógio da saudade
Flutuar entre palavras de emoção
Soprar verbos coloridos
Sonhar que o impossível aconteça
Que você não me esqueça por vidas seguidas sem fim.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário