sábado, 7 de novembro de 2015

Lentas horas

As horas são lentas pra essa voada paixão
Que deixa o coração cadenciado
Num ritmo azul celeste
O leste o sul do pensamento só respira tua geografia
Doce magia
Poesia que move o sol do meu viver!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário