quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Negra paz

A poesia vibrou
Tambor na pele
Cor na alma
Negra paz

A poesia voou
Penas de palavras
Bico de versos
Papo de nuvens

A poesia dançou
Pé de vento
Braço de mar
Som de amar

A poesia pousou
Flor do olhar
Gosto do luar
Perfeita emoção

Manu Kelé!


Nenhum comentário:

Postar um comentário