sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Entranhas

Nessa noite estrelada
Parte de mim é nada
Outra universo
Poema imperfeito do diabo
Verso perfeito de Deus
Pulsam nas minhas entranhas
As forças tamanhas
Do bem e do mal.

Manu Kelé!


Nenhum comentário:

Postar um comentário