domingo, 14 de fevereiro de 2016

As vezes

As vezes eu quero silenciar as palavras
Mas a poesia fala mais forte
Fico sem norte
A sorte é que não sou teimoso
Então abro a alma
E o mais gostoso
É que meus sentidos
Dão vida a mais um verso
Bom ou ruim
É sempre sentimento profundo que saí de mim.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário