sexta-feira, 4 de março de 2016

Verso quente

Meu corpo arde nas palavras de um verso quente que o sol da gente quer acender nesse ambíguo e suave mar de bem querer.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário