terça-feira, 22 de março de 2016

Borboleta estou

Quando borboleta estou
Cores sou
Esqueço o mundo
Num infinito segundo
Reflito profundo amor.

Manu Kelé!


Nenhum comentário:

Postar um comentário