terça-feira, 29 de março de 2016

Infinita inspiração

Quase cinco horas
A chuva ainda caí pensativa na tarde
Será que poesia ainda arde de saudade?
O mar de amar não está bravio ?
Está mesmo calmo verde degradê
E quem me vê assim tão contente
Não imagina a minha mente
E principalmente meu coração
Está fluindo tanto amor  quão infinita inspiração.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário