sexta-feira, 18 de março de 2016

Frio na barriga

O vento da poesia me trouxe
Erguido por palavras iluminadas de estrelas
Com um frio enorme na barriga
Tomado completamente pela emoção
Agitando em mil batidas o coração
Só porque quero gritar para o universo inteiro saber:
QUE EU AMO VOCÊ!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário