quarta-feira, 2 de março de 2016

Um anjo

O vento que acalmou as estrelas
Soprou a noite inteira
No céu da poesia
De um anjo que voava de emoção.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário