sábado, 31 de outubro de 2015

Milésima

Ser poeta é sentir em milésima potência a paradoxal dor e suavidade da paixão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário