quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Frio nas palavras

A tua falta aguçava um frio estranho nas palavras
Insistia aquecê-las pra acalmar a saudade
Mas a verdade é que fazia um silêncio quase ensurdecedor naquele sonho
Eu não conseguia decifrar as cores dos teus olhos
Um arco-íris de tão triste se apagava num tempo incontável
Admirável estado de tristeza queria corroer a minha esperança
Mas como o amor não se cansa
Ele  surgiu brilhante
Lançou ao vento sete diamantes
Que irradiavam uma forte energia
Nem bem amanhecia o dia acordei
Sentindo você dentro de mim.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário