quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Surda poesia

Teu silencio deixa surda a minha poesia!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário