quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Tua falta

O silencio as vezes doí com mesma força e intensidade do peso de uma estrela!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário