domingo, 16 de agosto de 2015

A casa do lago

Duas pessoas
Dois tempos
Duas vidas
Um só desejo
Se encontrar no amor.
Era distante
Era próximo
Paradoxal
Um desejo que fluía anormal
Marcado pelo desencontro,
O tempo separava suas geografias
Quando era noite pra um pro outro dia
As datas eram diferentes
As cartas eram ardentes
Confissões de gostos personalidades
Viviam em momentos diferentes a cidade.
Numa festa
Numa dança se encontraram
Os corpos se envolveram por segundos
Foi traçado um laço entre os mundos.
Mas nas contradições das horas
Marcaram um jantar  que ele não compareceu
Um grave acidente aconteceu
E no futuro sem ela saber ele morreu
Como ele vivia no passado
E ela no presente
Como a magica do amor nos quer contente
Ela descobriu que a ele tinha tentado salvar
Então escreveu para ele no passado
Ele recebeu a carta na casa do lago
"Por favor não compareça ao nosso encontro quando for o momento certo te encontro preciso te amar tanto"
Ele não compareceu
Numa história que nos causa estranheza
De poesia loucura e surpresa
No tempo certo do amor
Embora vivendo em dimensões diferentes
Os dois tinham o destino marcado
Se encontraram na casa do lago e viveram a magia do amor.

Manu Kelé!



Nenhum comentário:

Postar um comentário