terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Nenhum segundo

Quando a saudade bate, a vontade de te ver é como a azul no céu não me larga nenhum segundo!

Manu Poeta Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário