quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Formas

Palavra de rachar,
Quente é o sentimento,
Semente sol do querer,
O que fazer?
Quando o desejo bate descompassado?
Mesmo esquecendo o passado,
Brilha no presente o teu olhar,
Mas no meu agora,
Tudo é mesmo quase poesia,
Eu vou inventando a cada dia,
Formas imaginariamente verdadeiras de amar.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário