segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Maçã na boca

As cores do dia,
Despertar da manhã,
Maçã na boca,
Gosto de café.

Tenho fé,
O mundo vai mudar,
O quando é mais difícil,
Do que o agora.

Por essa hora,
Milhões de pessoas,
Sentem a poesia da fome,
Sem nome ou valor.

O mar de Deus é o amor,
Do capital a dor,
Os dois não se encontram,
Um é divisão o outro desgraça,

Por isso saí na praça,
Fala pra o outro a verdade
Da necessidade de repartir,
Sera que assim,
Poderá existir um mundo melhor?

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário