sábado, 1 de dezembro de 2012

Gosto mesmo

Gosto mesmo sorvete de todos sabores,
Céu da boca gelado,
Alma quente café, afeto de mãe três da tarde!

Gosto mesmo que pedras não sejam pedras,
E sim pedaços de poesia de ensinar caminho.

Gosto mesmo que as palavras toquem,
Musica suave,
Nave de fazer luar,
Ar do infinito,
Tempo sorrindo,
Carinho teu!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário