segunda-feira, 5 de maio de 2008

Caleidoscópio

Caleidoscópio giro sem fim,
formas multiplas,
Cores misturadas.
A cada minuto uma emoção diferente,
E quem é poeta e paciente,
Sente poesia
em cada coisa que se bole!
Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário