quinta-feira, 19 de maio de 2016

Seriguela

Não sei dizer
O quanto te amo
Nem chamo o teu nome em vão
Quero te dar um chão de estrelas
Lua crescente
Semente
Sorrisos girassóis
Lençóis maranhenses
Noites circense
Seriguela e manga
A serra de Guaramiranga
Coberta em flor.

Manu Kelé!


Nenhum comentário:

Postar um comentário