sábado, 28 de maio de 2016

Infinitamente

O sol já abriu os olhos
Iluminando as cores do dia
Sentia nos primeiros segundos de lucidez
A magia da vida
Uma questão me ocorria
Qual a contrapartida para o amor?
Bem querer?
Cuidados?
Carinhos?
Reciprocidade?
Numa cidade tão gravemente violenta
A gente ainda sustenta tão nobre sentimento
Porque acreditamos na certeza:
Amor gera amor
Gratidão
Comunhão
Igualdade
Gentileza
A certeza de Deus
Refletida nesse sentimento infinitamente renovável.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário