domingo, 1 de maio de 2016

Nada nada nada ...

Nada pensava
Inexistia
Palavra vazia
Tempo de vento

Pensava nada
Vácuo
Absurdo
O oco do mundo
Silencio extremo

Nada pensava
Volátil expressão
Inerte sensação
Sem inicio
Nem fim.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário