sábado, 12 de setembro de 2015

Cores da poesia

As cores da poesia me atravessam
De áurea colorida
Vou sentindo a vida
Verso a dentro
No girar de amor sem fim
No pulsar de um coração
Que cabe o mundo inteiro de carinho.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário