sexta-feira, 11 de abril de 2014

Rapadura mascava

Palavra que doí no corpo,
Verbo triste torto,
Cansaço de apagar as cores.
Ainda bem,
Nem tudo é trabalho,
Na sensação de um tempo sutil,
Escuto vinil,
"Dança dos Escravos",
E o som vai libertando as dores,
Volto a sentir o gosto na vida,
Como o doce sabor de rapadura mascava.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário